NEGOCIAÇÕES: O SINDICATO NÃO PARA!

postado em: Notícias | 0

 

A partir das alterações na legislação trabalhista as negociações passaram a ter uma importância maior. Agora o que for negociado, abaixo ou a cima da Lei, terá validade. Diante disso, o sindicato passou a ser uma ferramenta importante nas mãos dos trabalhadores para fazer valer seus direitos. Daí a necessidade de construirmos um sindicato forte.

  • Acabamos de fechar a negociação com as escolas particulares de cursos regulares e livres (SINEPE) com data base em março. Conseguimos garantir praticamente todos os direitos já conquistados e definimos reajuste da categoria com ganho real acima da inflação. Veja mais em matéria já divulgada no site.

 

  • Estamos em negociação com as academias de ginástica (SIACADESC) com data base em abril. Encontramos grandes dificuldades já no ano anterior, quando por falta de acordo das partes, a decisão ficou por conta da justiça do trabalho que ainda não julgou o caso. Os donos de academias resistem até mesmo em reajustar os salários com as perdas inflacionárias de dois anos. Por opção do patronal, a próxima rodada de negociação está marcada somente para o início de junho.

 

  • Iniciado o processo de negociação com SESI com data base em maio. A pauta de reivindicações já foi encaminhada em abril e estamos aguardando agendamento de negociação por parte do SESI. As dificuldades no fechamento do acordo já vêm acontecendo desde o ano anterior que não teve sua negociação concluída.

 

  • Para iniciar as negociações com SESC e SENAC com data base em julho, as assembleias serão marcadas no início de junho para construção da pauta de reivindicações. Importante a participação dos trabalhadores destas instituições nas assembleias.

 

  • Por último, com data base em outubro a negociação com as escolas de idiomas (SEINVI). Serão ainda agendadas assembleias e a negociação com o patronal.

 

  • Além dessas negociações são feitos vários acordos coletivos de trabalho entre escola e sindicato, (lembrando que acordos individuais ou coletivos, sem a presença do sindicato não são permitidos). Esses acordos são, em sua grande maioria, para definir banco de horas para os trabalhadores administrativos, vale alimentação, salários, etc…Todas as escolas que possuem acordo coletivo negociado através do sindicato estão registradas no site do Sinpronorte. Visite o site e confira se sua escola possui acordo coletivo e quais as normas.

Não espere apenas pelo resultado das negociações, faça sua parte.

Filie-se e participe desse processo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 2 =