Idiomas: definido reajuste salarial e pisos para categoria

postado em: Campanha Salarial, Notícias | 0

A negociação salarial da categoria dos trabalhadores em escolas de idiomas chegou ao fim com saldo positivo. A reivindicação original (reajuste com ganho real de 3%) não pode ser alcançada, mas foram garantidos avanços. A rodada de negociação que definiu o acordo foi realizada nesta sexta-feira (11 de novembro).

Reajuste salarial:

Na negociação foi acordado o reajuste salarial de 9,20%. A inflação segundo índice INPC na data base da categoria foi de 9,16%. O reajuste será aplicado em duas parcelas: a primeira de 6% imediatamente (1º de outubro) e a segunda de 3,2% em março de 2017. Ou seja, quem está acima do piso, receberá o reajuste em duas parcelas.

Pisos salariais:

Os valores dos pisos são reajustados imediatamente, sem parcelamento.

Ensino de idiomas – O valor da hora passa de R$ 10,44 para R$ 13,00. A variação representa um reajuste de 24,52%.

Administrativos – O valor passa de R$ 1.197,91 para R$ 1.308,11 por mês. A variação equivale a aplicação de 9,20%.

Outros serviços – Foi criada uma nova faixa de piso salarial a partir desta negociação. Os trabalhadores de escolas de idiomas que realizam outros serviços como zeladoria, vigilância, etc, terão salário regulado pelo piso salarial estadual. O valor passa a valer apenas para novas contratações. Os atuais trabalhadores destas funções e que têm salário superior ao piso estadual, terão o reajuste salarial acima (9,20% em duas parcelas).

O piso estadual é reajustado sempre em 1º de janeiro. Até 31 de dezembro de 2016 o valor é de R$ 1.158,00. As centrais sindicais, junto ao Dieese, já iniciaram o processo de negociação para 2017 deste valor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × um =