9º Congresso da Contee: Teses

postado em: Notícias | 0

Delegados elaboram teses para propor linha política da confederação

O congresso da Contee prevê a possibilidade de envio de teses para que seja feito o debate político sobre os rumos da entidade. Entre os delegados dos Sinpronorte, duas teses diferentes foram enviadas. Elas analisam a conjuntura política atual, e propõem encaminhamentos práticos para confederação. Leia os resumos abaixo:

1. O IX CONATEE ocorre em um momento de ofensiva das forças políticas conservadoras no país e na América Latina. O processo de impeachment no Senado Federal aprofunda o acirramento político no país e aumenta a instabilidade política. Nós, da Articulação Sindical e do Trabalho, defendemos que nossa entidade deve se desafiar a realizar um Congresso de unidade das forças políticas que a compõem para ter uma gestão de resistência e enfrentamento ao governo golpista. Governo esse que quer aprovar a terceirização da atividade fim, fazer uma reforma da Previdência com idade mínima para aposentadoria de 65 anos para homens e mulheres e ainda desvincular seu benefício básico do salário mínimo. Nossa palavra de ordem deve ser “Fora Temer” e “nenhum direito a menos”. Para isso é necessário que a CONTEE, junto com as centrais combativas estimulem os sindicatos para que façam a discussão com suas bases sobre as ameaças concretas de retirada dos direitos e como isto afetará a vida dos trabalhadores, no sentido de construção de uma greve geral.

2. A tese elaborada pelos militantes da Esquerda Marxista é construída sobre os eixos: Fora Temer e Congresso Nacional; por uma assembleia popular nacional constituinte; e por um governo de fato dos trabalhadores.
A tese aponta que o congresso precisa elaborar uma plataforma de luta que vá de encontro aos anseios do conjunto da classe e aponte para a saída Socialista. É necessário eleger uma direção capaz de fazer frente aos novos tempos que se aproximam. É hora de abandonar a infinidade de fóruns, conselhos, plenárias, conferências organizadas em sistema tripartite e dedicar todos os esforços dos liberados em organizar o combate a partir dos sindicatos de base.
A tese reforça que a fragmentação do movimento sindical só interessa aos patrões e ao governo. É urgente o combate pela reunificação das bases numa única Central sindical de luta, socialista, independente e autônoma frente aos governos e patrões. A CUT é a única em condições de colocar o conjunto da classe efetivamente em marcha contra os ataques, apesar de seus problemas internos.

A documentação completa do 9º CONATEE está disponível no site da confederação.

Sinpronorte elege delegados para 9º CONATEE

Em assembleia geral, o Sinpronorte elegeu cinco delegados para representarem a entidade no 9º CONATEE (Congresso Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino). Estão na pauta do Congresso a eleição da Diretoria Plena e do Conselho Fiscal; balanço da gestão atual, prestação de contas e plano de lutas; conjuntura nacional e internacional; conjuntura educacional; relações sindicais e direito do trabalho; entre outros assuntos.

Os trabalhadores que representarão o Sinpronorte no congresso são integrantes da próxima direção do sindicato. Confira ao lado os eleitos. Também foram eleitos os suplentes para caso ocorra alguma desistência. São eles: Orlando Preti (Professor) e Edésio Mesquita (Professor).

O Sinpronorte ainda terá mais duas representações no congresso. Os professores Lourivaldo Rohling Schülter e Jane Acacia Becker são delegados eleitos pela Feteesul (Federação dos Professores, Trabalhadores Técnicos e Administrativos e Auxiliares empregados em Estabelecimentos de Ensino).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 5 =