CNEC: balanço após segunda assembleia

postado em: Notícias | 0

ATUALIZAÇÃO: O sindicato orienta que os trabalhadores prestem atenção ao assinarem documentos referentes a férias e/ou 13º salário. Atenção redobrada com as datas. Em caso de dúvida, ligar para o sindicato: 3433-1100


O final de ano dos trabalhadores da rede CNEC em Joinville vai continuar aquém do mínimo esperado. As propostas de pagamento dos direitos trabalhistas avançaram desde o dia 1º de dezembro, mas ainda estão longe do ideal. Para tentar uma solução mais imediata, o Sinpronorte está aguardando resposta da justiça do trabalho. O sindicato entrou com uma liminar solicitando o bloqueio dos recursos financeiros da CNEC para garantir o pagamento dos trabalhadores.

O Sinpronorte e sua assessoria jurídica estão otimistas com a liminar. Em Itajaí, a justiça do trabalho agiu de forma exemplar e possibilitou o pagamento quase que de forma imediata. Os trabalhadores da unidade Fayal vão receber o 13º salário em duas parcelas: em 21 e 31 de dezembro. A justiça tem até sexta-feira para julgar o pedido de liminar feito pelo Sinpronorte.

Segundo assessoria jurídica, o recurso do Sinpronorte pode ter três desfechos perante a justiça do trabalho:

  • Ser negado;
  • Ser aceito integralmente;
  • Ser aceito, mas na condição de ouvir a resposta da CNEC e, em audiência, procurar um acordo mais satisfatório.

Assim que o Sinpronorte tiver novidades sobre o caso, será publicado aqui no site.

CNEC se manifestou sobre pagamento do FGTS

O não pagamento do FGTS desde maio de 2015 era uma das questões sem resposta até a última semana. Antes da assembleia, a escola informou que o FGTS está renegociado até o mês de novembro.

O cumprimento desta obrigação trabalhista é tão importante quanto o pagamento do 13º salário. É o FGTS, por exemplo, que é utilizado em situações de emergência e para crédito habitacional.

Não pagar o FGTS é uma estratégia irresponsável, mas muito comum entre as empresas. Os juros e multas para o não pagamento do fundo de garantia costumam ser muito menores do que taxas bancárias. Na dúvida, os empregadores preferem pagar outras contas primeiro. Saiba mais sobre os riscos do não pagamento do FGTS.

Calendário de pagamento do 13º salário

Por enquanto, o que está valendo é o cronograma apresentado pela administração da CNEC. O Sindicato e os trabalhadores mantêm o posicionamento contra este parcelamento.

Valor líquido do 13º 15/12 20/01 19/02 18/03 20/04 20/05
Até R$ 1 mil Total
R$ 1 mil a R$ 1,5 mil 1ª parc. 2ª parc.
R$ 1,5 mil a R$ 3 mil 1ª parc. 2ª parc. 3ª parc.
R$ 3 mil a R$ 4 mil 1ª parc. 2ª parc. 3ª parc. 4ª parc.
R$ 4 mil a R$ 6 mil 1ª parc. 2ª parc. 3ª parc. 4ª parc. 5ª parc.
Acima de R$ 6 mil 1ª parc. 2ª parc. 3ª parc. 4ª parc. 5ª parc. 6ª parc.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro + 14 =