Escolas de Idiomas: reivindicações seguem sem respostas

postado em: Notícias | 0

Durante um mês o Sinpronorte tentou iniciar a negociação salarial com escolas de idiomas. O representante do sindicato patronal (Seinvi) atendeu às tentativas de contato apenas nesta terça-feira (3 de novembro). Ainda não houve resposta à pauta de reivindicações protocolada no mês passado. A situação emperra a negociação salarial para professores e administrativos das escolas. Caso a situação não se resolva, a próxima medida do Sinpronorte será acionar o Ministério de Trabalho para intermediar a negociação.

 

Entre as reivindicações da categoria está o reajuste salarial com ganho real. A inflação do período foi de 9,9% (INPC). A data-base da categoria é 1º de outubro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − 13 =