Centrais sindicais e movimentos sociais fazem avaliação positiva da mobilização

postado em: Notícias | 1.615

Após o dia nacional de luta realizado em todo o país no dia 11, as centrais sindicais e os movimentos sociais do Oeste Catarinense planejam novas ações em conjunto.

 

Escrito por: Mariane Kerbes – Assessoria de Imprensa SITESPM-CHR

 

Os representantes das centrais sindicais e dos movimentos sociais que integram a coordenação regional, reunidos na sexta-feira, dia 12 de julho, avaliaram como muito boa a mobilização e manifestação do dia 11, pela quantidade e qualidade na participação e pela unidade na pauta de reivindicações em todo país. Mais de duas mil pessoas da região Oeste participaram do ato em Chapecó.

O ato teve início em frente a uma agroindústria, que representa o encontro da realidade dos trabalhadores do campo e da cidade. Depois os manifestantes marcharam sete quilômetros pelas ruas da cidade até praça central de Chapecó, informando a população sobre as reivindicações, por meio de panfletos e carro de som. Na praça, foi lida e aprovada a Carta de Chapecó, que contém a pauta de reivindicações.

A coordenação acredita que o objetivo de recolocar a pauta da classe trabalhadora na agenda política foi alcançada e precisa ser reforçada constantemente. Para isso novas ações serão efetivas: nos próximos dias serão movimentadas as redes sociais das entidades e associados para enviar a Carta de Chapecó, aprovada no ato público, para os governos e parlamentares, municipais, estaduais e federais. A coordenação também decidiu chamar uma reunião ampliada com lideranças das centrais sindicais e dos movimentos sociais no dia 24 de julho para uma avaliação mais ampla da manifestação do dia 11 e, principalmente, para encaminhar uma Assembleia da Classe Trabalhadora do Oeste Catarinense no mês de setembro.

 

Fonte: CUT/SC.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove − 18 =